segunda-feira, 1 de julho de 2013

A influência do frio e outras curiosidades sobre gripes e resfriados



Influência do frio


Os vírus que causam a gripe são chamados de vírus influenza. A origem desse nome é interessante e se encontra em tempos antigos. Ainda não se conhecia a causa da doença, mas na Itália começou a se perceber que havia uma relação entre as epidemias de gripe e a chegada do inverno. Os italianos começaram a dizer que a gripe era "influenza di freddo", ou seja, influência do frio. A partir dessa expressão, se originou o nome "influenza" dado ao vírus da gripe.Nos países de língua inglesa, o nome foi reduzido apenas para "flu".


No século XX, foram registrados três episódios de pandemia. O mais grave e mais famoso foi a gripe espanhola em 1918 e 1919. Em 1957, ocorreu a gripe asiática e em 1968, a gripe de Hong Kong. Tudo leva a crer que a humanidade não está livre dessas pandemias.


Saúde!


No século XX, foram registrados três episódios de pandemia. O mais grave e mais famoso foi a gripe
espanhola em 1918 e 1919. Durante essa grave pandemia que ocorreu entre 1918 e 1919, as pessoas criaram o hábito de dizer “saúde” para quem espirrava. A saudação expressava o voto de que ela não fosse infectada pelo vírus de uma gripe que matou tanta gente. O costume persistiu ao longo das décadas e ainda permanece na população brasileira. Quando alguém espirra alguém logo diz: Saúde!


Curiosidades sobre a transmissão do vírus gripe:


  • Apesar das gripes e resfriados terem maior incidência nos meses mais frios do ano, o problema não é exatamente o frio, pois estas doenças são virais. Acontece que, quando as temperatura ficam baixas, as pessoas costumam ficar aglomeradas em ambientes fechados. É justamente a proximidade entre as pessoas durante o frio que facilita a transmissão do vírus. Portanto, o frio não é causa da gripe, mas cria condições que favorecem a sua transmissão. 
  • Quando as pessoas tossem, espirram, ou falam muito perto umas das outras em lugares pouco ventilados, criam-se as condições ideias para transmissão de gripes e resfriados.
  • Uma proximidade menor que cerca de 90 cm possibilita a transmissão do vírus pela tosse ou pelo espirro.


O perigo nas mãos



  • Quando uma pessoa gripada ou resfriada chega em uma reunião social, o costume é afastar o rosto para não ser beijada e oferecer apenas mão para cumprimentar. A intenção é boa, mas o gesto não funciona muito para evitar a transmissão do vírus. Isso porque a mão é um poderoso veículo de transmissão, não apenas dos vírus de gripes e resfriados, mas de várias outras doenças infecciosas. 
  • Quando uma pessoa assoa o nariz ou leva a mão à boca para tossir, por exemplo, já contaminou as mãos. A não ser que elas sejam lavadas cuidadosamente cada vez que a pessoa assoa o nariz, o vírus fica viável durante algum tempo e passará no aperto de mão para outra pessoa que, sem querer, num simples gesto de levar a mão à boca ou ao nariz já estará se contaminando.
  • Há outro hábito cuidadoso que deveria ser sempre respeitado. Ao tossir ou espirrar, a pessoa deveria  fastar-se e cobrir a boca e o nariz com um lenço para evitar a disseminação do vírus entre os presentes.
  • O vírus da gripe pode permanecer vivo por até oito horas sobre superfícies, mas é eliminado em contato com o sabonete ou álcool durante a higiene das mãos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos seu comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...